#JULHOSEMPL√ĀSTICO ūüćÉ

O m√™s come√ßou e com ele um importante desafio entra em a√ß√£o: o Julho Sem Pl√°stico ūüćÉ. E, como nossa principal miss√£o √© reduzir o impacto no meio ambiente, n√£o pod√≠amos¬†ficar fora dessa!¬†

Junte-se a milh√Ķes de pessoas e reduza seu lixo pl√°stico

Criado em 2011 por uma das principais ativistas ambientais do mundo, Rebecca Prince-Ruiz, esse movimento global surgiu para trazer mais consci√™ncia sobre o uso desenfreado do pl√°stico. A funda√ß√£o Plastic Free July estima que somente em 2020, 326 milh√Ķes de pessoas de 177 pa√≠ses aderiram ao movimento.

Tendemos a achar que nossas a√ß√Ķes a n√≠vel individual n√£o fazem diferen√ßa. Quando, na verdade, temos imenso poder como agentes da transforma√ß√£o e devemos agir como tal.

O principal objetivo do movimento √© fazer com que milh√Ķes de pessoas se tornem parte da solu√ß√£o na luta contra a polui√ß√£o causada pelo pl√°stico. Como? Diminuindo o uso do pl√°stico (principalmente o de uso √ļnico) em suas rotinas di√°rias durante o m√™s de Julho.

No Brasil, produzimos 2,95 milh√Ķes de toneladas de pl√°sticos de uso √ļnico (embalagens em geral, canudos, sacolas pl√°sticas, copos, talheres e pratos descart√°veis). 1 Somos um dos maiores produtores de lixo pl√°stico do mundo (estamos em¬†quarto lugar, depois dos EUA, China e √ćndia), e tamb√©m um dos que menos recicla (apenas 1.2%¬†de todo esse lixo pl√°stico produzido no pa√≠s √© reciclado). 2¬†Depende de cada um de n√≥s¬†buscar solu√ß√Ķes para mudar esse cen√°rio!

Alguns fatos & dados sobre pl√°stico que nos fazem perder o sono:

  • Cada brasileiro produz 1 kg de lixo pl√°stico por semana 3;
  • Embora grande parte do pl√°stico seja usado uma vez e descartado, o material leva centenas de anos para se decompor;
  • Os res√≠duos pl√°sticos s√£o hoje poluentes onipresentes, tendo sido encontrados flutuando na superf√≠cie do mar, derretendo no gelo do √Ārtico e acumulados no ponto mais profundo do oceano 4;
  • Micropl√°sticos est√£o presentes no alimento que ingerimos e at√© mesmo na placenta de mulheres gr√°vidas 5;
  • 70% dos res√≠duos encontrados nas praias brasileiras √© pl√°stico, principalmente embalagens. 1 a cada 10 animais que ingerem pl√°stico vem a √≥bito. 6
  • Mais de 2/3 das fibras t√™xteis s√£o sint√©ticas. A produ√ß√£o de poli√©ster dobrou desde os anos 2000, e agora gera 700 milh√Ķes de toneladas de CO2 todo ano. Al√©m de contribuir para as mudan√ßas clim√°ticas, a produ√ß√£o de fibras sint√©ticas acelera outros problemas como a polui√ß√£o por micropl√°sticos. 7
  • Estima-se que at√© 2050 ter√° mais pl√°sticos do que peixes nos oceanos. 8

E o que posso fazer para ajudar? 9

  • Prefira embalagens de papel, vidro e papel√£o:¬†Al√©m de recicl√°veis, elas n√£o geram micropl√°sticos e levam bem menos tempo para se decompor.¬†
  • Carregue uma garrafinha de √°gua:¬†Pra qu√™ acumular garrafas PET nos aterros sanit√°rios se voc√™ tem a sua reutiliz√°vel?
  • Compre mais alimentos a granel e menos produtos embalados:¬†Comprar bananas descascadas embaladas no pl√°stico filme √© cringe! Leve para o mercado saquinhos de tecido e potes reutiliz√°veis para fazer suas compras a granel.¬†
  • Use uma ecobag quando for √†s compras:¬†S√£o tantas as op√ß√Ķes de ecobag reutiliz√°veis¬†lindas para voc√™ carregar por a√≠, inclusive a da gringa.¬†ūüß°‚ôĽÔłŹ¬†
  • Leve¬†um canudinho de metal:¬†A regra de ouro √© evitar descart√°veis. Que tal levar sempre um kit de talheres, canudo e copo reutiliz√°veis na bolsa?
  • Cuidado com os micropl√°sticos: Opte sempre¬†por roupas e cosm√©ticos livres de pl√°stico em sua composi√ß√£o. Fuja dos parabenos e do poliester. Faz mal √† sa√ļde e aos oceanos.

Vamos juntos nessa?¬†ūüėČ

Fontes:

1. OCEANA. Relat√≥rio ‚ÄúUm Oceano Livre de Pl√°stico ‚Äď Desafios para reduzir a polui√ß√£o marinha no Brasil‚ÄĚ

2.¬†WWF. Relat√≥rio ‚ÄúSolucionar a Polui√ß√£o Pl√°stica ‚Äď Transpar√™ncia e Responsabiliza√ß√£o‚ÄĚ

3.¬†WWF. Relat√≥rio ‚ÄúSolucionar a Polui√ß√£o Pl√°stica ‚Äď Transpar√™ncia e Responsabiliza√ß√£o‚ÄĚ

4.¬†OCEANA. Relat√≥rio ‚ÄúUm Oceano Livre de Pl√°stico ‚Äď Desafios para reduzir a polui√ß√£o marinha no Brasil‚ÄĚ

5. “Plasticenta: First evidence of microplastics in human placenta’’: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0160412020322297

6. OCEANA. Relat√≥rio ‚ÄúUm Oceano Livre de Pl√°stico ‚Äď Desafios para reduzir a polui√ß√£o marinha no Brasil‚ÄĚ

7.¬†Relat√≥rio ‚ÄúFossil Fashion ‚Äď The hidden reliance of fast fashion on fossil fuels‚ÄĚ: https://changingmarkets.org/portfolio/fossil-fashion/

8. http://g1.globo.com/natureza/noticia/2016/01/oceanos-terao-mais-plasticos-do-que-peixes-em-2050-diz-estudo.html

9. Blog Simple Organic

 Escrito por Carol Perlingiere